Longevidade: Alimentação balanceada é garantia de benefícios para a saúde

3f1ec7f0-8f6e-0136-009e-6231c35b6685--minified

São muitos os cuidados necessários para se viver bem na terceira idade. Um dos pontos importantes é comer de forma saudável. Para garantir o recebimento adequado de todos os nutrientes, o ideal é ter alimentação de forma balanceada e diferenciada.

Para evitar doenças e ter qualidade de vida é preciso ter uma alimentação equilibrada. “É preciso uma alimentação com a presença de frutas, verduras, leite e vitaminas, já que nessa fase é natural a falta de vitamina B”, explica a nutricionista Damylle Bueno.

Além disso, a especialista orienta que, com a inclusão de atividades físicas no cotidiano, o resultado será ainda melhor. Isso porque, com a chegada da melhor idade, o corpo sofre algumas transformações, como a perda da força muscular, diminuição da flexibilidade, da agilidade e da coordenação. Essas alterações fazem parte do processo natural da faixa de idade, mas podem ser amenizadas através da prática regular da atividade física.

“As atividades mais prazerosas, como por exemplo, caminhada e dança de salão, tem ajudado a diminuir o risco de quedas e fraturas, além de proporcionar a convivência social. O importante é que as atividades sejam de baixo a moderado impacto”, garante a fisioterapeuta Rafaelly Alves.

Confira mais algumas dicas da especialista

1. Faça, pelo menos, três refeições ao longo do dia (café da manhã, almoço e jantar). Inclua pequenos lanches nos intervalos e dê preferência a frutas.

2. Inclua diariamente nas refeições alimentos como arroz, pães, batata, inhame, bolacha, biscoito (são importantes fontes de energia). Dê preferência aos alimentos integrais. Coma arroz com feijão pelo menos uma vez ao dia e no mínimo cinco vezes na semana.

3. Consuma diariamente leites, queijos, iogurtes, evitando os gordurosos. Evite também o consumo da manteiga. Dê preferência ao creme vegetal. A pasta de soja também é excelente opção. Prefira os queijos brancos e o leite desnatado.

4. Coma diariamente legumes e verduras como parte das refeições e frutas nas sobremesas e lanches. Varie a cor das frutas e legumes ao longo da semana e coma uma hortaliça verde (folhas) diariamente.

5. Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Utilize sal sem sódio. Já existe no mercado e é uma delícia.

6. Evite: refrigerantes e sucos artificiais, biscoitos doces e recheados.

7. Na escolha das carnes, dê preferência aos peixes, aves (frango) sem pele e carnes magras. Evite os alimentos fritos. Prefira preparações assadas, grelhadas e cozidas. Os miúdos e as carnes devem ser consumidos com moderação, pois são ricos em colesterol. O ovo pode substituir as carnes de 1 a 2 vezes na semana.

8. Ao usar o óleo prefira o de soja, milho, girassol e canola. Evite o uso de banha, bacon, manteiga. Use o azeite de oliva para temperar saladas e pratos prontos, sem exagerar na quantidade. Não reutilize o óleo da fritura na alimentação: a fritura faz com que ocorram alterações químicas no óleo, prejudicando a saúde.

9. Beba pelo menos 2 litros de água por dia, em pequenas quantidades, várias vezes ao dia.

10. Torne sua vida mais saudável. Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo.



Outras Notícias


Pai envenenou filho com Soda Cáustica

12% das mortes por câncer de mama no Brasil são atribuíveis ao sedentarismo

Polícia identifica corpo de jovem morta a golpes de facão, em Cachoeiro de Itapemirim

Festival de Cinema de Muqui chega à 7º edição com mostras e cursos

Assinado o convênio que garante a segunda etapa da obra de reurbanização da Praia Central de Marataízes

Estado libera licença prévia e de instalação para início das obras da nova fábrica da Selita

Emprego: agências do Sine intermediam mais de 290 vagas nesta semana

Inscritos no Enem já podem checar local de provas

Luciano Paiva e outros nove condenados terão de devolver R$ 21 milhões

São João Paulo II

Casa & Vídeo volta ao Espírito Santo e planeja inaugurar mais quatro lojas até 2019

Seis coisas que todos precisam saber sobre câncer de mama

Mais de 50% dos adolescentes capixabas consomem produtos industriais

Unidades de saúde intensificam ações contra câncer de mama e colo do útero

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.