Programa aumenta produção de frango

Uniaves

Uma iniciativa inédita no Espírito Santo promete ampliar a oferta de frangos destinados ao abate no Estado. É o Projeto de Integração Avícola, lançado sábado, pela Companhia de Alimentos Uniaves. O objetivo é aumentar a produção, de 50 mil para 150 mil aves por dia. A previsão com esta expansão é de gerar aproximadamente 400 novos postos de trabalho diretos. Cada produtor integrado terá ao final de um ano uma margem bruta em torno de R$ 150 mil.

O lançamento do projeto aconteceu na sede da Uniaves, na localidade de Aracuí, em Castelo. Estiveram presentes o governador Renato Casagrande; o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli; o diretor do Incaper, Evair Vieira de Melo; o presidente do Bandes, Guerino Balestrassi; o prefeito de Castelo, Jair Ferraço, além de outras autoridades.“As pessoas só permanecem no campo se tiverem emprego e renda. Só investem em negócios no meio rural se tiverem condições para isso. O governo do Espírito Santo colocou o interior capixaba na pauta de prioridades de atuação e traz investimentos para melhorar as condições de vida de quem mora na zona rural, através de diversos programas”, declarou o governador Renato Casagrande. O projeto prevê a construção de 150 aviários, cada um com alojamento para 35 mil aves, até abril de 2015, localizados em Castelo e em municípios com até 70 quilômetros de distância da indústria, o que, acredita o governo, movimentará a economia local na região. A previsão é que o impacto financeiro do projeto, com a construção dos aviários, seja de aproximadamente R$ 75 milhões, gerando cerca de R$ 15 milhões de capital de giro.

“O governo oferece incentivos fiscais para que o produto capixaba seja mais competitivo do que o vem de fora. O primeiro objetivo é atender à nossa demanda interna de frango, que é maior do que nossa produção, e diminuir a necessidade de trazer a produção de outros estados”, afirmou o secretário estadual Enio Bergoli. O Projeto de Integração funciona da seguinte forma: a empresa fornecerá ao produtor pintinho, ração, assistência técnica, medicamentos, carregamento e transporte e ainda vai comprar as aves em fase de abate. Em contrapartida, o integrado (produtor) deverá arcar com a construção de galpão com infraestrutura adequada e mão de obra. Para isso os bancos disponibilizarão linhas de crédito adequadas com juros baixos, possibilitando ao produtor estar inserido no projeto.

“A integração é uma fórmula de sucesso. Uma oportunidade para produtores e empresa trabalharem juntos em prol do desenvolvimento mútuo. Com este sistema temos capacidade de ampliar a produção e, consequentemente, gerar mais emprego e renda para milhares de famílias de toda a Região Sul, em especial, do município de Castelo”, destacou o diretor da Uniaves, Pedro Henrique Oliveira. A integração contará com projetos com licenciamento ambiental; projeto modal de financiamento; recomendação das melhores propostas equalizadas de construtoras e equipamentos; projetos modulados, padronizados, dark horse com isopainel, atendendo todas as normativas do Ministério do Meio Ambiente. O projeto, asseguram, possibilitará à empresa atender melhor o mercado regional e nacional; ser referência em custos e tecnologia sustentável, entre outras ações.



Outras Notícias


Governo quer salário mínimo de R$ 1.040 para 2020

Senai Cachoeiro lança primeira turma do Curso de Qualificação Confeiteiro

Benefícios do chocolate: como aproveitar a Páscoa sem pagar o alto preço das contraindicações

Brasil é vice campeão mundial em cirurgias cesáreas

Mulher é morta em distrito de Alegre com pedra de 20 quilos na cabeça

Obras em trecho da rodovia do Valão são retomadas

Operação Quimera efetua prisões e afasta secretários em Vargem Alta

Justiça do ES não cumpre leis de prisão domiciliar para presas com filhos

São Crescente, foi martirizado por não negar a Jesus Cristo

Espetáculo da Paixão de Cristo terá duas apresentações em Jaciguá

Defensoria denuncia racionamento de água em presídio de Cachoeiro

Ministério registra aumento do consumo e produção de orgânicos no Brasil

Santo Isidoro, buscava a salvação das almas

Hospital do ES é condenado por dar falso diagnóstico de HIV

CNC projeta alta de 1,5% para as vendas da Páscoa contra 2% de 2018

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.